• whatsapp-cafe-com-comprador
  • LinkedIn Social Icon
  • YouTube
  • Instagram

    Relacionamento no trabalho... Meu amigo comprador


    Quem tem dificuldade de fazer amigos, colegas ou companheiros dentro de empresas? quem tem facilidade? Cada pessoa tem uma opinião sobre essas questões. Cada empresa tem um clima organizacional, cada departamento pode ter uma dinâmica e principalmente cada indivíduo tem seu comportamento.

    A cada dia nos surpreendemos com histórias de pessoas, as quais se diferenciam apenas nos quesitos protagonista, coadjuvante e vítima... o resto é bem parecido. Histórias de problemas de relacionamentos dentro das organizações, mal entendidos, fofocas, brigas... Quem nunca ouviu as frases: Fulano faz fofoca, beltrano não merecia a promoção de cargo, o que foi que o ciclano fez para chegar em tal posição na empresa?!?

    Essas situações acontecem no dia a dia e muitas vezes incomodam os envolvidos e mais ainda quem está ao lado. Falando da área de compras onde o clima é quase sempre de pressão por resultado, savings, prazos... Essas situacões se agravam gerando mais competitividade e disputa pelo pódio.

    Como reagir? pedir a conta e procurar outra empresa para trabalhar? Pode ser... mas antes disso não seria legal começar uma mudança de postura? respeitar a liberdade de cada um, entender que cada pessoa tem o direito de escolher a postura e comportamento? Se preocupar apenas com as questões que são de sua responsabilidade ? Que o pódio é importante mas é grande e cabe um time?!?

    Um dia conheci um grande comprador, possuia ótimos resultados, era o melhor negociador da empresa, fazia TCO como ninguém, era o mestre dos leilões, dava aula de matemática financeira, conhecia as propostas dos fornecedores melhor que os próprios, fazia ótimos trabalhos de homologação e prospecção de fornecedores, KPI's então... era fácil pra ele, fazia apresentações fenomenais, enfim... era acima da média porém ele esqueceu que fazia parte de um time, não fez o exercício da humildade de se relacionar e respeitar a condição de integrante de um grupo onde cada indivíduo era diferente e possuía suas características e personalidades, ele julgava as demais pessoas da equipe com ar de arrogância e superioridade. Quando a empresa passou por uma reestruturação ele foi desligado junto com algumas outras pessoas.

    Esse comprador nem sabe disso mas foi através da história dele que eu aprendi a dar valor ao respeito e principalmente estudar e tentar praticar a arte do relacionamento.

    Aprendi a não julgar, olhar minhas falhas antes de olhar para os outros, entendi que se eu fizer o meu papel de integrante de grupo já estou contribuindo muito com a equipe e com a empresa. Hoje eu busco evoluir todo dia.

    Obrigado meu amigo comprador!

    Autor - Douglas Marques Ferreira

    Café com Comprador

    Fique antenado

    live minder 1.JPG