top of page

Quem veio primeiro, o ovo ou a galinha?



Refletindo sobre o dilema ancestral "quem veio primeiro, o ovo ou a galinha", podemos aplicar essa incógnita ao nosso bem-estar. Antes do colapso emocional, surgem indícios sutis de ansiedade, tristeza, esgotamento, estafa, síndrome do fantástico e por aí vai. Infelizmente, é só quando estamos sobrecarregados que buscamos auxílio. É aí que o autoconhecimento se revela crucial. Ao separar algumas horas semanais para refletir sobre nossos sentimentos, pensamentos e medos, criamos espaço para a autocompreensão precoce e mitigamos a acumulação de tensões.


No frenesi que vivemos nos dias de hoje, é fácil se perder em obrigações e negligenciar a relação mais importante que temos: a conosco mesmos. Assim como dedicamos tempo para cuidar do nosso corpo físico com higiene pessoal diária, caminhada, alimentação equilibrada, é importante reservar algumas horas por semana para o autoconhecimento; um investimento vital para a saúde dos corpos mental e emocional. Imagine esse tempo como uma limpeza energética, tão essencial quanto o banho diário.


A meditação diária torna-se uma ferramenta preciosa nessa jornada. Ela não somente acalma a mente, mas age como uma purificação energética, eliminando padrões mentais negativos. Assim como um banho elimina impurezas físicas, a meditação libera as energias que impactam negativamente nosso equilíbrio emocional. Reserve um curto período diário para se sentar em paz, acalmar o turbilhão mental e se conectar consigo mesmo.


Visualize essas horas semanais de autoconhecimento como um compromisso consigo mesmo. Use esse tempo para atividades que alimentem sua alma, como meditar, escrever em um diário, conectar-se com a natureza, andar descalço na grama, participar de grupos de autoconhecimento, fazer terapia, etc. Essa prática constante não só ampliará sua autoconsciência, mas também fortalecerá sua resiliência emocional e, com isso, suas softskills. Conhecer quem você é de verdade, seus desejos, medos, anseios, padrões, qualidades, ou seja, tudo que é você, é uma defesa contra doenças mentais e emocionais.


A importância do autoconhecimento não deve ser subestimada. Da mesma forma que um jardim requer cuidado e atenção, nossa jornada interna precisa de investimento constante, não apenas algo pontual “de quinta para domingo”. Ao explorar nossas mentes e corações, descobrimos gatilhos, sonhos e limites. Isso nos possibilita entender por que agimos de certas maneiras e nos conduz a um crescimento saudável, orgânico e sustentável.


Portanto, dedicar algumas horas semanais ao autoconhecimento é como regar uma planta: essencial para o florescimento. Não espere até que os sintomas de estresse e exaustão se manifestem. Assim como o ovo antecede a galinha, o autoconhecimento antecede o bem-estar emocional. Investir em si mesmo não apenas previne crises futuras, mas também constrói uma vida de autenticidade e liberdade para ser quem você é.

Mais informações sobre autoconhecimento em compras nos canais do "Café com Comprador".


Pai, palestrante, empresário e mentor de autoconhecimento. Após uma década no mercado corporativo, fiz minha transição para seguir o que acredito ser meu propósito, que é me conectar com pessoas e ajudá-las no processo de autoconhecimento. Em minha jornada de autoconhecimento, adquiri formações e experiências nas seguintes áreas: comunicação não violenta, coaching ontológico, constelação familiar, Pathwork®, hatha yoga e reiki.




Texto escrito por Fernando Di Grazia | 09/08/2023, com página no Instagram @fernandodigrazia , site https://www.fernandodigrazia.com/ e é colunista do Café com Comprador.

Os artigos assinados são de responsabilidade exclusiva dos autores e não refletem, necessariamente, a opinião do Café com Comprador e de seus editores.

Comments


bottom of page