Precisa-se de comprador Borboleta


Era uma fria sexta-feira, bem cedinho, a compradora borboleta chegou na floresta para trabalhar, passou pela hiena com aquele sorriso falso (que na verdade não é sorriso, é uma peçonhenta estratégia para atrair presas), passou pelo hipopótamo (que era novo ali no pedaço e ainda não sabia muito sobre a floresta) e foi se aproximando do bode quando uma enorme cobra, saiu da moita, deu um bote e aniquilou o bode em 30 segundos... era uma jararaca venenosa e perigosa. A borboleta quase morreu de susto e voou depressa para o brejo onde seu colega de trabalho ficava, o sapo.


Chegando no brejo a borboleta viu que reinava um desespero total... algumas rãs pulando pra longe, alguns girinos nadando pro fundo da lagoa e algumas borboletas voando de volta e gritando: “A Jararaca devorou o sapo!!! Voa para longe!!!”.


A única alternativa era voar alto, bem alto. A borboleta então seguiu essa alternativa e quando estava lá em cima olhou para a floresta e para sua surpresa haviam outras cobras devorando animais, vários deles. Assustada a compradora borboleta encontrou uma sábia Águia .´. com um semblante calmo e olhar experiente que disse: “Borboleta, voe pra bem longe daqui, encontre outra floresta porque essa aqui não existirá mais”.


A borboleta então, pegou seu currículo e foi embora, voando rápido e com medo até que chegou até uma outra floresta, logo foi recebida pela Dona Gambá, uma espécie de chefe de RH daquela específica floresta. A Dona Gambá então entrevistou a borboleta: Me fale 3 pontos positivos! Me fale 3 pontos negativos! Me conte algum caso onde você teve que superar-se! Me conte algum caso de insucesso! Por que essa floresta deve te contratar? ..... Quando a borboleta foi responder eu acordei assustado, já era 7hs e eu tinha um compromisso bem importante... ufa!!! Que sonho conturbado... já ouvi que sonho é uma mistura do que eu vivi no passado com coisas atuais e uma pitada de criatividade, enfim, a história da floresta eu vivi mesmo num passado e a entrevista da borboleta estou vivendo agora, estou desenvolvendo um trabalho sobre capacitação do novo comprador.


Tive a oportunidade de entrevistar alguns dirigentes de suprimentos e alguns profissionais de RH e abaixo seguem os principais pontos abordados por eles para 2016 e 2017, segue também uma relação de quais segmentos estarão em alta e em baixa:


Principais qualificações desejadas por dirigentes de suprimentos:

- Adaptabilidade: profissionais que exercem mais de uma função e se adaptam a diversos ambientes, segmentos e situações.

- Inteligência emocional: é necessário ter equilíbrio para construir relacionamentos com diversos níveis de pessoas dentro das organizações.

- Preparação acadêmica: estude, estude, estude... Faculdade, MBA, Idiomas, Cursos de especialização... estude, estude, estude

- Gestão estratégica: capacidade de criar, desenvolver e implantar soluções estratégicas que impactem o bottom line das empresas.

- Capacidade de lidar com conflitos: habilidade de lidar com ambientes e situações de pressão, busca por resultados, crises e conflitos.


Principais qualificações que os profissionais de RH buscam em profissionais de suprimentos:

- Preparo acadêmico: MBA, Idiomas, Cursos de especialização.

- Pensamento moderno: Novas ideias, ser criativo, ter capacidade de comunicação e liderança natural.

- Capacidade de construção de relacionamento com fornecedores e clientes externos: é necessário ter habilidade de relacionamento, conhecimento técnico, equilíbrio emocional e saber conversar com os diversos tipos de stakeholders.

- Orientação para resultados e reduções de custo: Não ficar apenas no “embromation” e sim entregar, agir, colaborar, participar.

- Integridade e honestidade: ficha limpa e caráter.


Segmentos em alta (2016 e 2017):

- Tecnologia, Farmacêutico, Games, Beleza, Alimentação, Educação


Segmentos em Baixa (2016 e 2017):

- Automotivo, Infraestrutura, Construção civil, Imobiliário, Petróleo


 Espero ter ajudado os profissionais de suprimentos



Um abraço e boa leitura


Autor - Douglas Marques Ferreira