Não atire para todos os lados, estude o alvo e seja mais assertivo!



Tenho acompanhado a rede há um bom tempo e recebido muitas solicitações de conexão, de profissionais da área e também de fornecedores dos mais variados segmentos.


O LinkedIn é o local ideal para unir profissionais, só é preciso enviar um convite e aguardar ser aceito pela outra parte. Até aí, tudo bem, certo?


É mais ou menos... Imediatamente após o aceite, chega uma mensagem do profissional, agradecendo o aceite do convite, juntamente com a apresentação da empresa a qual representa.


Mas André, é o papel do fornecedor é esse mesmo. Ele navega na rede a procura de potenciais clientes e te enviou o invite porque, quando acessou o seu perfil visualizou que você trabalha na empresa que é um potencial cliente para ele.

Opa, tem algo errado... Certeza que esse fornecedor não leu o meu perfil e vou dar exemplos:


- Quando estava desempregado, recebia apresentações e convites para reuniões. Quando eu comentava que estava sem emprego eles pediam desculpas e desconversavam.


- Quando me recoloquei, continuei a receber apresentações e convites, mas de segmentos/produtos que a empresa onde trabalhei/trabalho não tem demanda e nem terá. (Exemplo: Porta Pallets, Equipamentos Pneumáticos, Ponte rolante, Manutenção Industrial, Bombas Injetoras, Instrumentação Cirúrgica, etc).

Essa abordagem não é exclusividade do fornecedor, mas também de outros profissionais, quando o assunto é busca por emprego.


A gente sabe que o desemprego vai voltar a aumentar, principalmente por conta da pandemia do covid-19, logo, a abordagem precisa ser diferente e com critério. Aqui vão algumas dicas:


Para fornecedores:


- Certifique-se de que, a pessoa com quem se conectou é um potencial do seu produto/serviço;


- Faça uma breve apresentação, e não saia enviando a apresentação de sua empresa, sem que a sua nova conexão tenha concordado;


- Em tempos de pandemia, algumas empresas suspenderam suas compras e os colaboradores estão fazendo home office. Tenha bom senso;


- Se a conexão respondeu que está desempregada ou que não negocia os produtos/serviços que comercializa, não o trate mal, agradeça. Quem sabe ele não pode compartilhar seu contato com algum colega que tenha essa necessidade. Já pensou nisso?


Para profissionais em busca de emprego:


- Crie empatia, agradeça pela conexão aceita, faça uma breve apresentação;


- Não saia enviando seu CV a cada nova conexão que fizer, a não ser que tenha sido solicitado;


- Certifique-se de que a oportunidade é aderente ao seu perfil e que atenda a todos os requisitos. Se não atender à sua conexão, pergunte antes de enviá-lo;


- Verifique se a oportunidade está disponível na rede e candidate-se. Algumas empresas utilizam a plataforma para captar os CV’s;


- Não fique chateado se a conexão não te responder e não compartilhe na rede, isso não é bom para o seu perfil.


E aí, vai continuar a atirar para todos os lados ou vai agir como um sniper?


Texto gentilmente escrito por:



Café com Comprador

Fique antenado

Boletim%20Logo_edited.jpg
Podcast-cafe-com-comprador.jpg
cafe-com-comprador-alexandre-menezio.jpg
cafe-com-comprador-monica-granzo.jpg